Essa proeza não foi, porém, obra de uns poucos.
Momentos houve em que mais de 4 mil homens, que com suas famílias constituíam uma população de mais de 10 mil pessoas, aqui estiveram reunidos num ritmo de trabalho febril

Trecho de discurso do presidente da Central Elétrica de Furnas, John Reginald Cotrim, na inauguração oficial da Usina de Furnas, em 12 de maio de 1965.

CONTE SUA
HISTÓRIA

FURNAS nasceu de um projeto de nação. Da concessão em 1957 até os dias de hoje, muitas águas rolaram. Logo a empresa se tornou fundamental ao país graças à sua expertise em geração, transmissão e comercialização de energia. Algo que só foi possível com a colaboração de todos que por ela passaram e que a ajudaram a construir sua história.

Obrigado a todos vocês, funcionários, colaboradores e aposentados que ajudaram a iluminar o Brasil!

Vamos continuar este caminho, clique no botão ao lado “CONTE SUA HISTÓRIA” e deixe a sua mensagem.

“É a história de uma companhia que cresceu e se tornou, em menos de duas décadas, uma das maiores e mais importantes empresas de eletricidade do país.” John Cotrim, ex-presidente de FURNAS

NAÇÃO FURNAS

FURNAS iniciou sua operação em 1963 e foi a primeira central geradora do Brasil com capacidade superior a 1.000 MW! Nasceu gigante e teve papel fundamental para o crescimento do Sudeste, interligando os sistemas elétricos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Depois, não parou mais de crescer e, atualmente, opera com instalações em 15 estados e no Distrito Federal.

Quando você fala em iluminar a vida das pessoas, você não está falando apenas de energia, está falando de meio ambiente, de sociedade, de valores. Pedro Brito, presidente de FURNAS

inovação e tecnologia

Inovar não é apenas produzir algo inédito, inventar algo novo. É também promover mudanças. É criar novas estratégias, descobrir outros caminhos. Inovar é se adaptar aos novos tempos. Inovação é evolução!

Atualmente, a empresa investe em projetos ligados a fontes limpas de geração de energia, balizados pela sustentabilidade, além da digitalização e otimização da gestão de projetos, pessoal e do processamento de informações.

Minha história com FURNAS começou quando eu era criança. Me recordo que visitei o escritório central com meu pai e na saída falei: 'Quando eu crescer, vou trabalhar aqui.' Dito e feito. Leonardo Medina

furnas das pessoas

Levanta, arruma, parte. Quantas manhãs já se passaram, não é mesmo? A mala, sempre pronta, enfeita o canto do quarto. O ponto que se bate pelas manhãs. O bom-dia que vem da portaria e transforma toda a jornada de trabalho. O café de lá é melhor do que o de casa. E os passos, risos e conversas que ecoam pelas baias parecem um mantra de criatividade. FURNAS só é FURNAS por causa das pessoas.

Quando o entusiasmo e a paixão pelo trabalho influenciam gerações: pai, filho e neto se encontraram nessa família chamada FURNAS. Família Obvioslo

E lá estava eu, aos 23 anos, sendo admitida para trabalhar na mesma empresa a que meu pai já se dedicava há anos e que eu já amava tanto. Arlete Paula Soares

A primeira subestação, totalmente digitalizada, a gente nunca esquece. Foram centenas de pessoas envolvidas. Pedro Lopes de Araujo

Eu trabalhei na Assessoria de Estudos e Programas de Conservação de Energia (ACE.E), onde pude criar um projeto chamado Energia da Sabedoria, voltado para adultos e 3ª idade. Na UnATI da Uerj, uma senhora se aproximou e disse: “Que bom que tem uma empresa que acredita que a gente ainda pode aprender.” Para mim, isso não tem preço. Márcia Bloch

Eu entrei como menor aprendiz e, hoje, por mais incrível que pareça, sou responsável pelo mesmo projeto. Antônio Aldemir Souza Silva

Se eu pudesse definir esses anos de empresa em uma palavra seria “intensos”. Karen Costa

furnas no tempo

Pensar em legado é refletir no que foi construído em uma vida, no conjunto da obra para o outro, no que será deixado quando tudo isso tiver passado. FURNAS chega aos seus 64 anos. Foram muitos desafios, diversas lições e vários sucessos ao longo de sua trajetória.

Que venham mais 64 anos de FURNAS! Com muita energia, pessoas trabalhadoras, criativas e inovadoras.

Eletrobras Furnas
Pedro Eduardo Fernandes Brito - Diretor-Presidente e de Administração, Francisco Arteiro - Diretor de Operação e Manutenção, Cláudio Guilherme Branco da Motta - Diretor de Engenharia, José Alves de Mello Franco - Diretor de Regulação e Comercialização, Caio Pompeu de Souza Brasil Neto - Diretor de Finanças, Superintendência de Comunicação e Relações Institucionais, Gerência de Comunicação Social

Exposição “O Nosso Brilho Ilumina essa História”
Depoentes video ask: Adriana Pereira Barbosa, Alexandre Andrade, Alexandre Obvioslo, Alexandre Silva Andrade, André Teixeira, Angelica S. S. Loureiro, Antônio Aldemir Souza, Arlete Paula Soares, Augusto Cesar Ferraz Musa Junqueira, Beatriz Rodrigues Garboggini, Claudio Teles da Silva, Edson Antonio de Oliveira, Edson Donatílio/ Bebeto DJ /Zé da Estradinha, Edson Teixeira,, Eduardo Aquino Gambale, Eloisa Barroso de Mattos, Erika Laun, Evandro Esvobda, Fabio de Abreu Pinto, Fabio Valentim Dias, Felipe Chaves, Felipe Rosa da Silva, Flavio Rodrigues Dorta, Gilmar Dias Marinho, Gustavo Henrique Carvalho de Faria, Jaqueline, Viana Modesto, Jorge Lucas Batista, Jorge Luiz de Carvalho Barros, Jorge Vieira Cardoso, José Carlos Lucena, José Dias Lins, Karen Costa, Leandro de Brito Silva, Leonardo Medina, Luiz Roberto da Silva Gomes, Marcia Bloch, Marco Antônio de Medeiros, Nick Maciel, Pedro Araújo, Pedro Lopes de Araujo, Priscila Mansur Pereira, Raphael Rocha Lemos, Renata Serafim Valadão, Sidney Feitosa, Sindia Obvioslo, Tatiana Stutz, Vladimir Rojas Correa, Wilson Gonçalves, Ana Claudia Faria, Seluivy Gonçalves Silva, Simone Affonso Viggiani Cotrim, Isabel Tostes, Nemias Simões da Silva, Leila A.B. de Andrade Amorim, Bruno Xavier Machado

Instituto Museu da Pessoa
Karen Worcman - Curadoria, Danilo Eiji - Cordenação de pesquisa e edição de conteúdo, Daniela Monteiro - Pesquisa, Marcelo Larrea - Coordenação e direção de arte da exposição, Renato Herzog - Gestão do projeto, Anna Bernardes - Comunicação, Mariana Afonso - Projeto gráfico, Hands On - Desenvolvimento e programação, Alison da Paz - Edição de vídeos